A capacidade de inovar e empreender é um dom dos brasileiros e, mesmo diante de cenário que para muitos seria considerado pouco favorável, profissionais de qualificados sabem identificar oportunidades, arriscar e, com isso, dão início a trajetórias de sucesso.

De acordo com dados divulgados pelo Serasa Experian, em 2015, o índice de aberturas de empresas teve um crescimento mensal gradativo, chegando a quase dois milhões de novos empreendimentos. Além disso, segundo um estudo da Global Entrepreneuship Monitor (2015), até o ano passado, 52 milhões de brasileiros, entre 18 e 64 anos, participaram da criação ou manutenção de um negócio.

Esses números comprovam que o potencial empreendedor do país é alto, mas por outro lado temos uma realidade não muito otimista, afinal nos primeiros dois anos, 25% das pequenas e médias empresas encerram suas atividades e se estendermos o período de análise para cinco anos, podemos perceber que mais da metade (50%) dos empreendimentos não conseguem dar continuidade as suas operações. Os impactos dessa realidade são muitos e afetam diretamente a economia e a visão da população em relação ao nosso potencial.

Dentre as causas que podem levar uma empresa a fechar suas portas, o despreparo dos empreendedores e a falta de incentivo estão entre as principais. Para mudar essa realidade, os investimentos em qualificação teórica e prática são indispensáveis.

Conheça algumas vantagens de se investir em capacitação profissional:

1. Tirar seus projetos do papel

Ideias inovadoras podem transformar realidades e gerar retornos diversos, inclusive financeiros. Porém, nada irá ocorrer se essas ideias não forem postas em prática. Portanto, além de conhecer o mercado e as oportunidades que ele lhe oferece, é preciso criar e monitorar seu projeto e, nesse sentido, o profissional deve desenvolver habilidades de Gestão.

2. Tornar-se o profissional indispensável

Os conceitos de empreendedorismo e inovação não se limitam àqueles que pretendem abrir o próprio negócio. Profissionais que possuem esses conhecimentos se destacam no mercado, pois as empresas reconhecem sua capacidade de gerar resultados melhores.

3. Arriscar com consciência

O medo de arriscar impedem empresas e profissionais de conquistarem o sucesso. É preciso superar desafios e, muitas vezes, as possíveis soluções aparentam gerar riscos para o empreendimento ou carreira. Um empreendedor saberá lidar com essas situações e apontar o melhor caminho para que se alcance o resultado almejado.

4. Ampliar a produtividade

Se você conhece o mercado, conhece sua empresa (processos e produtos) e possui uma visão inovadora, você será capaz de propor melhorias contínuas e assim aumentar a produtividade e qualidade do seu empreendimento.

5. Prolongar a vida do seu negócio

Como dito anteriormente, um dos principais problemas para a “morte” dos empreendimentos brasileiros é a falta de capacitação. Sendo assim, ao investir em qualificação profissional você está aumentando as chances de sobrevivência do seu negócio ou, no caso dos profissionais que não tem o próprio negócio, você ganha reconhecimento no mercado e trilha uma carreira promissora.