Uma das situações mais complexas para os empreendedores é saber como tomar decisões difíceis de forma ágil e segura. Esse é o momento em que se torna necessário olhar os números, observar o mercado, antecipar tendências e saber lidar com a pressão.

Contudo, escolher qual caminho seguir é um verdadeiro desafio, especialmente em momentos conturbados. É nessa hora que se deve encarar a decisão como uma oportunidade de aprendizado, ao mesmo tempo em que se tem um cuidado extra para evitar mais danos.

A boa notícia é que há algumas dicas que podem ser usadas a fim de otimizar a sua tomada de decisão. Neste post, apresentaremos diversas sugestões para facilitar esse processo e fazê-lo definir o melhor rumo a seguir sem olhar para trás.

Então, vamos lá?

Como tomar decisões difíceis?

A definição do que deve ser feito passa por diferentes variáveis, que mudam conforme a situação que está sendo vivenciada. É fato que uma decisão mal tomada serve para o seu aprendizado. Porém, ela também pode gerar problemas graves, que impactam negativamente o negócio e podem, em situações extremas, levar à falência.

Então, o que fazer para evitar chegar a esse ponto? Confira algumas dicas que ajudam:

Tenha sempre uma percepção analítica

A qualidade do que é analítico se refere à capacidade de análise, algo essencial para quem precisa tomar uma decisão difícil. O ideal é ter uma visão ampla do contexto e de suas implicações.

Avalie o que prefere, considere todos os aspectos inerentes à decisão e pense no que pode acontecer com a sua empresa. Lembre-se de que o seu pensamento deve estar alinhado ao posicionamento estratégico empresarial para evitar problemas para a estrutura do empreendimento.

Analise os dados históricos e, se possível, faça testes para chegar a uma análise mais sólida. Não tenha receios de pensar diferente. Essa é uma boa maneira de inovar e permite chegar a diagnósticos mais seguros.

Aproveite também para discutir os erros já cometidos em situações parecidas, porque você pode aprender bastante e ter uma ideia do que deve fazer.

Evite tomar decisões por impulso

A tomada de decisão impulsiva é prejudicial para o negócio. O mais comum é que você opte pelo que fazer sem ter um bom embasamento. Por isso, o ideal é ter equilíbrio emocional para saber o que quer e qual caminho seguir.

Perceba que, no mundo corporativo, o erro pode custar muito caro e comprometer o futuro do negócio e as finanças. Tenha paciência e clareza do que deve ser conquistado.

Baseie-se nos dados

Essa questão está totalmente relacionada às anteriores, porque é impossível tomar decisões acertadas sem considerar o histórico da empresa e os dados disponíveis. Tenha em mente que as suposições são inimigas das deliberações difíceis e devem servir somente como ponto de partida.

Isso significa que você pode usar a suposição como fonte, mas precisa validá-la por meio de dados e informações, que podem ser originários de pesquisas e relatórios internos e externos, noticiário econômico e político, análises de conjuntura etc.

O objetivo é ter uma base consolidada, que leve a uma decisão mais clara. Considere, ainda, a avaliação da concorrência, porque o seu negócio não está isolado do mercado. Atuar dessa forma é cometer um grande erro estratégico.

Pense diferente

As escolhas difíceis precisam ser pensadas de maneira diferenciada. Isso porque quando você considera apenas o que parece ser o melhor caminho a seguir, está ignorando o fato de que a outra alternativa também tem suas vantagens.

Perceba que ambos os lados têm pontos positivos e negativos. Afinal, a decisão só é difícil quando você avalia o valor existente em cada uma das opções. Então, faça a sua escolha e comprometa-se com ela.

Controle suas emoções

A situação mais comum ao ter que lidar com uma decisão difícil é deixar a emoção tomar conta e o cérebro, em segundo plano. Esse cenário deve ser invertido pela ponderação.

Por exemplo: você precisa estimular as vendas e definiu um gasto além do que é possível para tentar alcançar esse objetivo. As questões são: será que vale a pena comprometer as finanças? Existe alguma possibilidade de evitar esse gasto?

É certo que o lado emocional terá um grande peso. No entanto, é preciso sempre estar atento às consequências do negócio.

Ouça os colaboradores

Seu conhecimento é gerencial, mas algumas decisões exigem saber o que ocorre no âmbito operacional. Nesse momento, é fundamental saber ouvir os colaboradores. Eles ajudam a formar sua opinião e indicam o que precisa ser corrigido e o que já funciona muito bem.

Isso não significa que deva agir de acordo com o que a equipe acha certo. Essa tática serve para que você consiga decidir com mais segurança e tenha mais elementos para pensar e optar pelo caminho correto.

Além disso, a conversa com os colaboradores incentiva a motivação e reduz as chances de problemas futuros. A equipe reconhece a importância que tem para o sucesso organizacional e compreende seu papel nos resultados.

Deixe as indicações de lado

O empreendedor e o líder sempre estão rodeados de indicações, que nem sempre fazem bem para o futuro da organização. É comum ouvir recomendações de amigos e familiares, que também costumam pedir favores para contratar alguém ou fazer parceria com um fornecedor específico.

Esses são os tipos de situação prejudiciais, que desconsideram aspectos técnicos e estratégicos e podem ocasionar problemas. O resultado é o atrito pessoal, além de danos à imagem do negócio. 

Por isso, o recomendado é evitar tomar decisões, especialmente as difíceis, com base em questões pessoais. Tenha em mente que você é o dono do negócio e, portanto, deve prezar pelos bons resultados.

Este post deixou claro que tomar decisões difíceis é um processo complexo, que considera diferentes variáveis e que nem sempre prevê a escolha do que é mais fácil ou aparentemente melhor.

É necessário pensar nas diversas implicações, entender que esse momento é de aprendizado e que as suas escolhas devem ser fortalecidas pelo seu posicionamento.

Agora que você aprendeu como tomar decisões difíceis, que tal aplicar essas ideias na sua empresa? Aproveite para ver outras dicas relevantes seguindo a gente no Facebook, LinkedIn e YouTube.