Decidir mudar de profissão não é uma tarefa fácil. Afinal, foram anos de investimento e devoção a um projeto de vida. Mas se ele não te faz plenamente feliz, a melhor opção é encarar a transição profissional e se dedicar ao que você acredita ser mais satisfatório. Atualmente, passamos tanto tempo nos dedicando à vida profissional que não é justo sermos infelizes e insatisfeitos nesse âmbito. Se não, corremos o risco de ter sérios problemas de saúde, como a depressão.

Para você mudar de profissão de forma tranquila, é preciso uma série de atitudes antes e durante o processo a fim de que tudo ocorra de forma tranquila e exitosa. Ter paciência é fundamental, pois essa transição é um processo que nem sempre se concretiza rapidamente, além de exigir, em alguns casos, que você dê alguns passos atrás antes de avançar na nova carreira, o que pode ser um grande teste de persistência.

Queremos que esse momento seja o melhor possível para você, por isso trouxemos aqui algumas informações fundamentais a fim de ajudá-lo a mudar de profissão. Continue a leitura e verifique como se preparar para esse importante passo em sua carreira. Confira!

O momento para mudar de profissão

Quando mudar de profissão? Se formos pensar em uma data, em um tempo de atuação ou uma idade limite para passar por uma transição de carreira, esse não é um bom caminho. O melhor momento para mudar de profissão quem define é o próprio profissional, ou seja, você.

Só você pode definir seu grau de insatisfação com a sua profissão atual ou quão latente dentro de si está o desejo de se dedicar a outra atividade profissional. E isso é muito mais importante para definir o melhor momento para a grande mudança do que uma marca cronológica.

Algumas pessoas mudam de profissão quando se aposentam, outras, assim que se graduam, há ainda quem passe pela transição profissional depois de cinco ou dez anos de atuação no mercado. Há quem seja levado à transição por avanços na tecnologia ou por terem ficado velhos demais para exercer determinada atividade (caso dos atletas), por terem sofrido algum trauma no exercício da profissão, enfim, são inúmeras as razões e, consequentemente, vários os momentos.

Independentemente de quando, seguem 8 recomendações para você considerar ao longo do processo de transição profissional.

1. Prepare-se financeiramente para mudar de profissão

Preparação é a palavra de ordem na mudança profissional, principalmente em relação às finanças. Mais ainda se há outras pessoas que dependem de você, como filhos, companheiro ou pais.

Você precisa considerar que é bem provável acontecer uma significativa redução do seu salário. Afinal, estará se inserindo em uma nova área, na qual construirá sua reputação profissional. É praticamente como se você estivesse voltando a ser estagiário.

Se você fizer uma reserva financeira durante dois anos, aproximadamente, esse momento de inserção na nova área será tranquilo. Caso contrário, o caos pode se instaurar nas finanças do seu lar. Vale a pena se planejar para mudar de profissão.

2. Tenha convicção

Você, provavelmente, já tinha certa estabilidade e reconhecimento em sua profissão quando decidiu mudar de vida. Agora enfrentará novos desafios, ganhará menos, passará a ser visto como novo na área e ouvirá de algumas pessoas frases de nenhum incentivo.

Esse quadro é pouco animador, mas é completamente superável quando você tem certeza do que está fazendo. Por isso, sempre que a dúvida surgir, lembre-se das razões que o moveram até ali e mantenha sua convicção de que está no caminho certo. Sim, você está fazendo o melhor para si.

3. Dedique-se a aprender

Aprender é a chave do sucesso quando se resolve mudar de profissão. É assim que você conseguirá resultados de forma mais rápida, afinal, quanto mais cedo conseguir seu lugar ao sol em sua nova área, melhor.

Faça cursos para se especializar, leia e pratique o máximo possível. Isso tudo vai ajudar você a potencializar suas habilidades e conseguir se destacar no mercado em que está se inserindo. Nada de comodismo na fase inicial, o lema na transição profissional é dedicação total!

4. Conheça onde está pisando

O que você conhece sobre sua nova profissão? Como está o mercado de trabalho em relação a ela? Aquecido? Como se destacam os melhores profissionais?

Essas são algumas perguntas que você deve saber responder para começar a ter êxito em sua nova profissão. Assim, é possível mapear as melhores oportunidades de trabalho e já começar sua carreira sabendo o potencial que ela oferece. Esse conhecimento pode, inclusive, te ajudar na decisão de a qual nova área se dedicar.

5. Construa uma rede de contato

No mundo profissional, networking é tudo. E para quem está pensando em mudar de profissão, é mais ainda. Faça conexão com pessoas que atuem em sua nova área, informe-se sobre o setor de modo geral, acesse grupos de discussão na internet ou aplicativos de redes sociais. Dessa forma, você pode se informar sobre o mercado de trabalho e, quem sabe, conseguir oportunidades de atuação.

6. Persista

Mudar de profissão não é fácil, como já mencionamos. Em alguns momentos pode surgir a sensação de que você fez a escolha errada. Mas não é assim. Lembre-se de que você não conquistou sua antiga posição da noite para o dia. Por que em sua nova carreira seria diferente?

Você precisa ter isso em mente sempre, pois é preciso ter persistência para não desistir no meio do caminho. O processo é demorado, exige paciência e preparação, mas, certamente, os resultados valerão cada sacrifício. Por isso, nada de deixar o desânimo ficar próximo a você. Persista!

7. Busque um mentor

Para mudanças de profissão, nada melhor do que conversar com pessoas que já passaram pela experiência que você está vivenciando. Só que nem sempre é fácil encontrar profissionais que compartilhem essa mesma experiência.

Por isso, investir em um processo de mentoria é muito interessante. O mentor, se não viveu a mesma situação, é alguém apto a orientá-lo durante o processo. Ele deve ser um profissional que atue na área para qual você está indo e o ajudará a encontrar as melhores oportunidades de se desenvolver. Ele poderá ajudar, inclusive, na construção de sua nova rede de contatos, o que será muito valioso.

8. Transforme um hobby em profissão

Em geral, quem se dedica a mudar de profissão está em busca de mais saúde e qualidade de vida. Por isso, escolher uma nova carreira com atividades de que goste muito deve estar entre as prioridades dessa fase. Para isso, considerar transformar um hobby em emprego deve ser altamente avaliado. Se você conseguir fazer isso, seus dias de trabalho serão muito melhores, não acha?

Com as informações deste artigo, sua transição profissional será muito mais tranquila e mudar de profissão acontecerá de forma mais natural e sem traumas. E para que outras pessoas possam ter acesso a essas informações, que tal compartilhar este post em suas redes sociais? Vamos lá!