Onde há seres humanos, mais cedo ou mais tarde, haverá desentendimentos, e o ambiente corporativo não escapa dessa máxima. Se você ocupa uma posição de chefia — ou pretende um dia ocupar — precisa encarar a gestão de conflitos entre colaboradores naturalmente como uma de suas atribuições. E o melhor para isso é se preparar para esses momentos pouco confortáveis na vida de um gestor.

Melhor será se você souber identificar o conflito entre os colaboradores ainda antes de ele eclodir. Para isso, nada como ser um bom observador do comportamento de sua equipe e um hábil leitor das feições de seus funcionários. Por vezes, um franzir de testa, um olhar enviesado ou um movimento corporal mais brusco podem indiciar situações de tensão entre pares. Isso sem mencionar o tom de voz, um grande “dedo-duro” de emoções.

Mas se evitar não for possível, saber lidar com os conflitos entre colaboradores é fundamental para um bom gestor. Neste artigo, vamos ensinar 5 maneiras de resolver essas situações dentro da empresa. Com estas informações, você verá como gerir conflitos é muito mais simples do que pode parecer à primeira vista. Confira!

Conflitos x produtividade

Antes de pensarmos em como gerir o conflito entre os colaboradores de sua equipe, vale a pena destacar por que essas situações precisam ser resolvidas com eficiência. O clima do ambiente de trabalho está intimamente relacionado aos resultados do seu time. Assim sendo, quais resultados você espera de uma equipe permeada por desentendimentos?

Provavelmente, a produtividade do grupo todo será afetada por rusgas entre colegas. Até porque, é comum que a razão do conflito seja conhecida por outros membros da equipe. Nesse caso, pode acontecer de alguns tomarem partido por um ou outro colaborador envolvido no caso e a situação afetar, inclusive, o gestor, que já terá sofrido os impactos do baixo rendimento de seu time.

Para que os conflitos gerem as menores consequências possíveis no rendimento da equipe, o gestor precisa agir tão logo o problema seja identificado. Só assim os danos poderão ser reparados sem grandes prejuízos. Por isso, é importante uma postura atenta e preventiva.

Como já mencionamos, o ideal é evitar que o conflito aconteça. Caso você perceba uma tensão entre seus colaboradores, é mais fácil agir de forma preventiva. Certamente essa será a melhor solução para a produtividade da equipe e para os próprios profissionais à beira de um ataque de nervos.

Como lidar com conflitos entre colaboradores

Infelizmente, nem sempre é possível evitar o atrito. Eles acontecem porque os colaboradores estão defendendo seus pontos de vista, suas verdades em relação ao trabalho que estão executando. Às vezes, o embate acontece porque as duas partes acreditam estar em busca do melhor para a empresa e para a equipe, um comportamento tipicamente humano.

Para a gestão de conflitos entre colaboradores, você terá que aperfeiçoar algumas habilidades em si para conseguir melhores resultados no grupo. Abaixo, listamos 5 ações para você pôr em prática em momentos de crise. Confira!

1. Ouvir com imparcialidade

Antes de qualquer julgamento, você precisa ouvir as partes envolvidas no conflito para entender o que está acontecendo. Aqui, a imparcialidade é crucial. Por mais que um dos colaboradores seja mais próximo de você, isso não deve ser levado em consideração nesse momento.

Se você partir para entender a situação das partes tendo em consideração suas preferências pessoais, poderá fazer uma leitura equivocada dos fatos. O que pode acarretar decisões erradas em relação aos acontecimentos e às causas do desentendimento. Portanto, quando se ocupa um cargo de gestão, é necessário agir com imparcialidade, em nome da empresa, não de indivíduos. Assim, será mais fácil ser justo em uma situação de conflito.

2. Focar na solução

É comum, em situações de conflitos, ficarmos em busca de causas e culpados. Mas, na prática, isso não é muito produtivo. Que tal, no lugar de buscar os erros, focar na solução? Dessa forma, todos ganham e a situação fica bem menos exaustiva.

Quando se pensa na solução do problema, a equipe ganha, e ter essa atitude é um exercício para o gestor, pois o primeiro impulso é, de fato, buscar culpados. Portanto, faça sempre a dinâmica de buscar a solução, não o culpado ou o erro. Assim, não só a gestão de conflitos será mais eficiente, outras áreas de suas atividades também ganharão com isso.

3. Investir em uma comunicação clara e sem fofocas

A comunicação é a chave do sucesso de sua gestão. Tanto para evitar o conflito quanto para geri-lo, a comunicação fará toda a diferença. Principalmente porque essa pode ser a causa de grandes contendas entre os colaboradores.

Se você estabelece uma comunicação clara e direta com sua equipe e propicia que haja a mesma postura entre os pares, não há espaço para fofocas e intrigas entre os colaboradores. Algumas medidas práticas podem ser úteis com isso, como:

  • reuniões em grupo para delegar tarefas;
  • grupo de e-mail para que todos saibam o que está sendo comunicado;
  • divisão equilibrada de tarefas;
  • atitudes isentas de predileção por determinado colaborador;
  • compartilhamento das agendas individuais com o grupo.

Em caso de conflito, uma boa comunicação também facilitará sua resolução. Isso porque os colaboradores terão mais condições de esclarecer os fatos e chegarem à melhor solução para o caso, de maneira franca e honesta.

4. Ter sensibilidade para realizar mudanças na equipe

Às vezes, por mais que você goste do trabalho do colaborador, o conflito do qual ele faz parte indica que é necessário tomar medidas mais profundas na estrutura da equipe. Por isso, é importante ter sensibilidade para analisar a situação e propor mudanças.

De repente, o melhor para o funcionário é ser realocado em uma nova equipe ou desempenhar uma nova função. Ou, quem sabe não é o momento de você fazer uma movimentação geral nas funções dos membros de seu time? Aproveite o momento de conflito entre os colaboradores e tente tirar o melhor da situação.

5. Buscar se aperfeiçoar

Não se engane, gestão de conflitos não é uma habilidade inata. As pessoas não nascem sabendo fazer isso, mas, sim, aprendem. E há bons cursos sobre o tema disponíveis. Portanto, aproveite para se aprimorar nisso e investir ainda mais em sua carreira. Assim, você estará ainda mais perto de alçar voos mais altos em seu futuro profissional. 

Agora que você já sabe como amenizar conflitos entre colaboradores, siga a nossa página no Facebook e fique cada vez mais informado sobre assuntos como este. Vamos lá!