Destacar-se no mercado de trabalho é uma tarefa mais difícil para a nova geração do que foi para as anteriores. O amplo acesso a informações e conhecimentos, facilitado pelas ferramentas tecnológicas, possibilitam o surgimento de profissionais cada vez mais especializados. Esse processo é extremamente positivo para as empresas, pois coloca à disposição delas um amplo estoque de mão de obra qualificada. Por outro lado, tona-se progressivamente mais difícil para os novos profissionais adquirirem um perfil de grande notoriedade. Assim, a demanda por habilidades gerenciais deixa de ser um diferencial e torna-se um requisito.

Crescer dentro de uma carreira significa assumir maiores responsabilidades e riscos. O trabalho do gestor pode ser resumido em duas atividades principais: solucionar problemas e tomar decisões. Por esse motivo, o profissional da nova geração deve desenvolver algumas competências específicas para conquistar seu lugar no mercado. Confira abaixo como desenvolver as principais habilidades gerenciais:

1. Tenha conhecimento técnico

Solucionar problemas exige profundo entendimento de todo mecanismo funcional de determinado processo. Somente os profissionais que têm familiaridade com as técnicas empregadas são capazes de identificar falhas.

A fim de ilustrar a necessidade dessa habilidade, podemos imaginar o seguinte cenário: uma empresa de aplicativos de transporte particular apresenta dificuldade de acesso para alguns usuários. O mau funcionamento do aplicativo gera perdas financeiras e problemas de imagem para a companhia. Os usuários não satisfeitos passam a utilizar serviços concorrentes. Se o gerente responsável por essa funcionalidade não tiver conhecimentos na área de programação de softwares, não será capaz de identificar o problema, nem coordenar sua equipe no sentido de solucioná-lo.

Adquirir conhecimento técnico requer comprometimento com a especialização constante. Sempre que possível, o profissional deve procurar novos cursos de curta duração ou pós-graduação, que forneçam conhecimentos significativos para a sua área de atuação. Encontrar o equilíbrio entre teoria e prática, saber por que e saber como, valoriza o perfil de um profissional. Em outras palavras, sem conhecimento técnico não é possível solucionar problemas.

2. Seja ambicioso

Sem desmerecer ou descartar a necessidade do conhecimento técnico, capacidade sem atitude não leva a lugar algum. Construir uma carreira ascendente requer planejamento, estabelecer objetivos e trabalhar para conquistá-los. Não é um caminho fácil. Muitas barreiras, como o cansaço, a frustração e a concorrência são fatores desmotivadores. Mas a ambição é a força interior que mantém os profissionais sempre em movimento.

A maturidade emocional para saber enfrentar momentos de fraqueza e de vitória faz parte da ambição. O autoconhecimento permite reconhecer deficiências e qualidades — isso é essencial no momento de definir estratégias de aperfeiçoamento pessoal e corporativo. Profissionais ambiciosos são comprometidos com o progresso do desempenho e produtividade pessoal e organizacional. No processo de tomada de decisão, essas pessoas miram mais alto, buscam a excelência e rejeitam a mediocridade. Para as empresas em que estão inseridos, são recursos rentáveis e inovadores.

Ser ambicioso muitas vezes soa pejorativo. É preciso superar esse preconceito e entender que ambição não é uma característica negativa. Ambição significa reconhecer limites, e desejar imensamente expandi-los. Entre as características dos profissionais ambiciosos podemos destacar algumas, como: solução de dificuldades, aprimoramento contínuo de habilidades, superação de expectativas, energia e disposição para novos desafios. Não existe nada de errado com isso.

3. Tenha persistência

Nenhuma vitória é definitiva e nenhuma derrota é fatal. O que conta é a coragem para seguir em frente sempre. Gestores de sucesso reconhecem que acomodar-se com resultados é um grande risco, pois aqueles que não inovam são superados eventualmente. A persistência é uma habilidade gerencial importante, pois profissionais persistentes não se satisfazem com o que já foi conquistado, não perdem o ânimo no meio do caminho e estão prontos para seguir em frente, independentemente das condições.

Cada caso de sucesso segue um caminho diferente. Ao longo da trajetória é possível encontrar altos e baixos, mas somente ficam registrados na história aqueles que sobreviveram a tudo com coragem e disposição. Gestores persistentes sabem superar crises e não desistem, por maiores que sejam os desafios. De igual maneira, não se descuidam em tempos de bonança, preparam-se para o inesperado e planejam o futuro sempre.

4. Saiba liderar

Uma das habilidades gerenciais mais importantes é a liderança. Gestores coordenam equipes. Seja para cumprir metas resultantes da tomada de decisão ou para solucionar problemas, ela é a ferramenta principal. Uma equipe eficiente é resultado de uma boa liderança. Líderes são personalidades inspiradoras, são mentores de sua equipe e preocupam-se com o desenvolvimento de cada colaborador.

A comunicação aberta e sincera entre líderes e colaboradores é essencial para a construção de um ambiente de trabalho saudável e produtivo. As metas e os objetivos devem estar claros para todos, e o conhecimento deve ser compartilhado e não centralizado. Sem essa interação, a equipe perde a sintonia e gera resultados insatisfatórios.

Relações humanas não são sempre fáceis, conflitos surgem naturalmente. Nessa hora, o importante é entendê-los como processos de aperfeiçoamento e superação. Gerir conflitos é buscar formas mais eficientes de convívio, além de incentivar o respeito mútuo e a cooperação entre os colaboradores.

Um bom líder motiva seus colaboradores a serem melhores e incentiva-os a desenvolver as habilidades gerenciais que vão levá-los ao crescimento na carreira. Não existe espaço para inveja e mesquinhez, o sucesso da equipe é o sucesso do líder.

5. Seja humilde

Não existem gestores autossuficientes, eles dependem de suas equipes, de instrumentos técnicos, de fornecedores, dos clientes, entre outros steakholders. Assim como cada órgão do corpo humano desempenha uma função importante para o bem-estar dos indivíduos, cada parte interessada em uma organização é essencial para seu bom desempenho.

Gestores que reconhecem essa importância compreendem a necessidade de valorizar todos os seus recursos. Ao negligenciar um setor, corre-se o risco de perder sua colaboração na busca pelos objetivos e metas corporativas. Ser humilde e reconhecer a importância de cada steakholder é indispensável para a manutenção da sinergia entre as partes de uma organização. Profissionais diferentes têm experiências e conhecimentos diversos e todo esse potencial não pode ser menosprezado. É possível obter valiosas lições das mais inesperadas fontes, mas somente para aqueles que estão dispostos a ouvi-las.

Esperamos ter contribuído para o planejamento de sua vida profissional. As habilidades gerenciais citadas são diferenciais valiosos no mercado de trabalho e certamente contribuirão para o crescimento na carreira de seus sonhos.

E aí, gostou das dicas? Conhece outras habilidades gerenciais imprescindíveis a fim de se destacar no mercado de trabalho? Ficou com alguma dúvida? Então, conte para a gente nos comentários!